domingo, 20 de dezembro de 2009

Triste Natal em Belém

É triste perceber que Belém do Grão Pará vai sendo dominada e destruída, cada vez mais, pelo grotesco e pelo burlesco. Em época de amor e fraternidade com o próximo, todos parecem decididos a fazer a grandes festa do “jeitinho brasileiro”, um mundarel de luzes e enfeites natalinos que me são como soco certeiro no fígado, um improviso de luzes e símbolos que vão desde luas (Sim, luas! Um dos maiores símbolos do Natal) até bonecos de neve que parecem saídos do filme Caça Fantasmas.

Separados na maternidade


Se é época de amor e fraternidade não deve ser para mim, muito menos para os demais moradores da cidade, menos ainda com o coitado do bom gosto (que deve estar se retorcendo em algum canto por aí)! Em alguns lugares parece que reuniram o conjunto de sobras dos natais passados e, em ânsia de economia, acabaram por fazer surgir um novo estilo de decoração: a farofa natalina!

Exemplo do estilo farofa natalina na São Jerônimo.

Exemplo do estilo farofa natalina na Gentil.

Exemplo do estilo farofa natalina em fachada de prédio de Belém.

Em breve volta noturna pela cidade, afrontado com os exemplos mostrados acima, consigo até imaginar o dialogo que resulta nesta mixórdia de decoração:

- Fulano, temos luzes natalinas?
- Algumas!
- E dá pra fazer o que com ela?
- Deixe me ver... Acho que dá pra desenhar um porco!
- Perfeito. Então faz um porco com as luzes.

A situação fica pior com a certeza constante de que o maior propagador da Farofa Natalina é o Poder Público! O que dizer destes belos exemplares de enfeites natalinos colocados nos postes da Almirante Barroso pelo Município? O blog Domisteco dará, inclusive, um prêmio à resposta mais criativa à pergunta: que droga é essa!? (o prêmio é um exemplar do livro Eu e meu bom gosto, de Duciomar Costa).

Decifra-me ou te devoro (echarpe do Edson Cordeiro ou pijama da Elke Maravilha? O que é isso que o Município pendurou nos postes da Almirante Barroso)
E os trabalhos de colocação destas tralhas estão sendo feitos agora, pleno 20 de dezembro, Natal já na cara de quem comanda essa bagunça chamada Belém.
Caminhão colocando enfeites, 01:30 do domingo, 20 de dezembro.
Duciomar ficou com medo de não ganhar presente!

Nem mesmo o Banco do Brasil da Presidente Vargas se salvou, sempre com bonitas e elaboradas decorações. Talvez como forma de economizar o que gastam no Círio, resolveram comprar seus enfeites ali mesmo pelo comércio, nas barracas com produtos chineses baratos.
Perderam muito dinheiro com a Crise...

E o que dizer dos "
anjos" reciclados da Estação das Docas? Da última vez que os vi carregavam, em suas angelicais mãos, propaganda de cervejas (uma boa mensagem natalina, Governadora!). Hoje, ao tirar os retratos para este texto, pude ver que o bom senso ganhou mais esta batalha e os anjinho, ante pinguços, agora tocam singelas trombetas.

Com o AA nós conseguimos...

Não poderia deixar de mencionar a decoração da Avenida Nazaré feita pelo Município. Se ganham pontos pela uniformização da decoração, que é a mesma utilizada no Bosque Rodrigues Alves, perdem pontos por terem utilizado enfeites padronizados e de pouca qualidade. É triste ver esses anjos malformados e os dizeres cafonas repetidos por uma das avenidas mais bonitas do País.

ET, viemos em paz...

Para finalizar, gostaria de brindar vocês com três imagens horrendas. A primeira é arvore de Natal feita com restos e que pode ser “admirada” na frente do Mercado de São Brás. A segunda deveria ser a Estrela de Belém, mas parece estar amarrada a outra árvore de restos, e ambas são horrendas! Por fim, o terceiro presente são as imagens de Ananindeua, cidade irmão em cafonice e sempre ferrenha concorrente na disputa pelo título “O Natal NÃO É Aqui”. Os enfeites estão no Viaduto do Coqueiro.


****
P.S.: Acho incrível que não se perceba que Belém fica horrivel aos olhos de todos (menos dos cafonas que a decoram!). Isso só prejudica a imagem da cidade e o conceito que dela fazem os moradores e turistas.

Não seria o caso de se criar uma comissão que, se ao menos nada fizesse, cuidasse de não permitir que se fizesse coisa qualquer?

FOTOS: as fotos são de Wagner Mello debruçado para fora do carro, morrendo de medo dos assaltantes que são donos de Belém.

17 comentários:

Sou disse...

Gostei do Olhar Crítico...
Meu pai faz parte dessa Farofa Natalina... ele acha msm que conseguiu desenhar um Pássaro na sacada... devo confessar que foi a coisa mais ridícula que eu já vi ao longo dos meus 28 anos.
Ainda bem que da decoração da Árvore cuido eu!
Agora devo discordar de um ponto do texto. Sim! Eu achei ótima a proposta de decoração da Estação das Docas. Material reciclável... Claro que podia ser melhor, mas eu acho que ficou legal.
Agora de resto... bom, como eu disse: é resto!
Beijos e Parabéns ao Fotógrafo! Correu risco só por um post! Hahahaha... Total reconhecimento!

Thiago disse...

heuahuehauehuaheuauh

Belém é uma vergonha no quesito decoração natalina...

mas pra não ser completamente injusto, há algumas exceções...

a decoração do Hangar, por exemplo, acho de bom gosto... pelo menos eu gosto de ver aquela árvore de natal trocando de cor, no meu rotineiro caminho de volta pra casa heueheueh =D

Sou disse...

Foi lançado o desafio: Descubra o que é aquilo que o Município colocou nos postes da Almt. Barroso e ganhe o livro "Eu e meu bom gosto" de Duciomar Costa.

Resp: Acredito que não passa de uma tentativa frustrada de Neve nos Postes... oq tu achas?

PS: Lendo o comentário de Luana C. me senti #Cafona! Pq eu n achei a decoração tão ruim... Hahahaha...

Sou = Michy Arrifano

Presuntinho disse...

Akilo é um pedaço, de uma das fantasias da Joelma... arrancado durante a gravação de um DVD de uma aparelhagem qualquer...

Tanto disse...

Sou - a proposta de decoração da Estação das Docas é interessante sim, utilizar material descartável. Mas o resultado não ficou bom e a Estação é porta de entrada de turistas no Pará, não pode ser utilizada como campo para experimentos, por isso achei bom fazer o comentário.

Thiago - realmente a decoração do Hangar é uma das melhores, um dos poucos locais onde fugiram do marasmo de luzes e formas estranhas.

Luana - realmente as fotos não conseguiram demonstrar fielmente a feiura das decorações.

Quando ao resultado do concurso, duas sugestões: neve e fantasia da Joelma! Até o Natal escolheremos a melhor resposta para saber quem ganhou o livro "Eu e meu bom gosto" de Duciomar Costa.

Tatyane Garcia disse...

Formiga, excelente seu post! So discordo do que achastes da decoraçao da Avenida Nazaré. Sabias que gostei? Acho legal a ideia da palavra PAZ em toda uma via em que de tudo acontece.

beijos pra tu.

Anônimo disse...

Meu amigo,

Ontem não tive tempo de ler, só agora. Esxte é um dos melhores e mais engraçados posts.Empatou com a troca indevida dos guarda-chuvas kkkkkk

De fato, como muitos acima falaram, as propostas foram bem legais. A reciclagem da Estação, por exemplo, muito adequada para o momento que buscamos alternativas de não agredir mais o nosso planeta.

Mas a boa idéia poderia ter sido melhor aproveitada com um esmero e uma criatividade melhor. De fato a estação é um dos cartões postais da cidade e por melhor que elogiemos os enfeites ecologicamente corretos , bonitos não ficaram. Ainda mais qdo se colocam anjos reciclados segurando propagandas de ceveja ( que foi retirada ). Contudo a árvore esta lá cheia de bolas natalinas de papel ( ecologica?) propagando as marcas de bebidas alcoolicas rs.

Os dizeres dos enfeites da Nazaré tb são muito legais, embora clichês né? ( Paz, Amor, Saúde ) mas foram muito mal feitos... distorcidos, tb muito FEIOS.

PS obrigado a pessoa acima que parebenizou o fotógrafo kkkk, pelo medo do assalto vc não imagina as posições " humilhantes" que tive de fazer dentro do carro.

Parabens mais uma vez Nando pelo texto muito legal.

W

Anônimo disse...

Aaah,
Sobre o que poderia ser aquele enfeite da Almirante Barroso. Não lembro o nome, mas tinha um cantor com um nome engraçado que cantava com uma jaqueta cheia de luzes...
Mas na falta da lembrança do nome do outro, o enfeite pode ser uma inspiração das jaquetas do Wanderley Andrade ( aquele do Melô do Ladrão, lembram? )lol

Tb gosto da decoração do Hangar.

W

Jane Murback disse...

Olha, meu prédio tá super no padrão, podíamos fazer uma montagem e colocá-lo numa avenida dessas (tem que ser de classe medinha ok?).

Outra coisa, eu acho que aquele negócio azul é a nave do ET de Varginha que, cansando de tanto doce de leite, resolveu descolar um açaí com farinha de tapioca aí pros lados de Belém.

Outra outra coisa, eu gosto tanto de Belem que me sinto uma traíra falando mal da cidade. Então pra mim as luzes pouco importam, importa mesmo as garrafadas milagrosas produzidas no vero peso.
E importa que o Natal já tá acabando.

Anônimo disse...

vou ser saudosista e bem do contra.
a cidade está supercafona, feia, um verdadeiro lixo. festival de maçl gosto de desrespeito com a tradição e a beleza dessa cidade.
tá certo, reciclar, cuidar do planeta está na ordem do dia: mas devagar com o andor, que o santo é de pet! esses badulaques, árvores e anjos que vemos pelaí são de extremo mau gosto! nem td pode dever ser recliclado, para td precisa estudo, pesquisa e mão de obra especializada.
como dizia minha avó: de boas intenções...
tenho saudades do tempo que enfeitavam as árvores da frente das casas com lâmpadas coloridas. a indústria criou agora uma enormidade de enfeites e jogos de luzes made in china pra lá de CAFONAS e eles pululam feito gremlins nas fachadas e similares!
a árvore do hangar é bonita, sim, mas não é mais bonita do que a samaumeira que está ali, imponente e apagada. uma boa iluminação nela seria td de bom.
e pra finalizar: eita coisa horrível aqueles anjos e árvore da estação! sai pra lá, mau gosto! (qdo estavam com as bandeirinahs da schin, ganhavam qq prêmio!).
marton maués

ps: quanto aos enfeites, bom mesmo seria desintegrá-los, qualquer outro destino seria uma crime contra a humanidade e... chega de maldade neste mundo!

Robson Almeida disse...

Bom, senão vejamos!!
Este teu post, meu caro Domisteco Tanto da Silva Sauro Fernandel, é um prato cheio pra quem gosta falar mal de Belém (leia-se: Wagner ou Anônimo ou o fotógrafo que fez as posições e ficou com medo de ladrões pra ajudar no post)!! Isso é fato...
Percebam que ele se delícia nas linhas postadas!
Consigo até visualizar os chifres e a sobrancelha serrilhada por cima dos olhos, acompanhados de um sorriso sarcástico, pensando: "hahahahahahahahaha... é tudo o que mais amo, falar mal do Pará, falar mal de Belém, em detrimento da minha amada Fortaleza".
Consegue até mentir, vejam bem, com ele põe no final da frase, a seguinte afirmação: "festival de mal gosto de desrespeito com a tradição e a beleza dessa cidade".
hahahahahahahaha... para de frescuridade Wagner que tu nunca gostastes e nem vais gostar de Belém e do povo daqui, que já deixastes bem claro ser "cafona, preguiçoso e burro", ou tu pensas que não lembro do que foi dito no bar da esquina, onde bebíamos... hahahahahahaha! Se o Duciomar ou a Ana Júlia enchessem de ouro nos enfeites, ainda assim irias achar defeitos e dizer, com certeza, que estava com muito ouro e poderia ter, quem sabe, um pouco de prata! Vindo de ti, nada te satisfaz em Belém e no Pará! Para com a tua falsidade, seu sacana do cacete!!!
Agora que defendi a minha linda, amada, apaixonante e aconchegante terrinha, vamos aos enfeites propriamente ditos!
Não posso falar com propriedade, entendam, pois estou fora de Belém há algum tempo e não "andei" a noite, ainda, pela cidade. Então vou falar baseado nos anos anteriores!
Pelo que me recordo e, vendo as ótimas fotos do falso Wagner... hahahahahahahahahaha... eu posso dizer que não mudou nada em relação aos natais anteriores! Pelo contrário, está até mais colorida, a dita cidade Santa Maria de Belém do Grão Pará. Quanto à feiúra das alegorias, ora, ora, ora, se andarmos pelo resto do País veremos, também, várias e várias obras mal feitas e de péssimo gosto, assim como de ótimos e perfeitos gostos, como está feito em Belém e pelo que pude notar nos comentários do post. Não podemos levar em conta apenas nosso gosto, o nosso gostar "cafona", porque gosto é que nem peido: cada um aguenta só o seu!!
Mas, porém, entretanto, todavia, contudo e, até, hei de concordas que alguns são de péssimo gosto!
Eu, particurlamente, gostei dos anjos da estação, mas não gostei das letras tortas da Av. Nazaré! Gostei muito da árvore do Hangar, mas não gostei dos enfeites do Banco do Brasil! Enfim... é coisa relativa e discutir o relativo deixa qualquer um doido!
Se os anjos da Estação das Docas estão cafonas, ora, então vamos completar a cafonice colocando aquelas toucas que o Wagner usava pra tampar a careca dele, no cocoruto dos ditos anjos... hahahahahahahahaha.
Belém é, e sempre será linda, independente de qualquer enfeite, cafona ou não, que esses governantes escrotos ponham por lá pelas beiras!
Agora, aquele negócio azul que o Dudu meteu no cu, aliás, colocou na Almte. Barroso, hummm... acho eu que é.... a onomatopéia metafórica do cagalhão diarréico que ele deu quando soube que o Priante iria assumir a cadeira de prefeito!
Pronto...
Fui..

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKK

Sobrou pra mim. Fique sabendo q as palavras que eu dizia no doto bar era só para arreliar teu bairrismo kkkkk

AMO Belém, povo agradável, educado...visse? kkkkk

Mas digo-te FAZ UM BLOG, oh Prost da vida. rs

W

Anônimo disse...

Concordo que Belém, em muito tem que aprender em termos de decoração Natalina.
Mas ao invés de criticar, porque vc não contribui com alguma coisa, para criticar vc deve ser um exímio decorador, então use sua experiência e sabedoria em decoração e ajude a cidade a ficar bonita no Natal.
Caso contrário não critique!
As vezes o silêncio é a melhor forma de demonstrarmos inteligência!

Tanto disse...

Tatyane - Como te disse, dei ponto positivo para Av. Nazaré e Bosque, pela uniformização. Só não gostei da qualidade do material (acho que poderia ser melhor, ou com coisas mais simples como luzes somente).

W - realmente os dizeres são clichês, mas não dá para fugir delas.

Jane - realmente o problema não é somente aqui. Acho que em todos os lugares temos decorações horrendas, salvo algumas iluminações de bom gosto.

MM - o Hangar realmente está bonito. Passei ainda ontem pela frente e gostei. Mas o que falas é verdade: ruim não terem decorado a Samaumeira. Sabes que meu avô decorava a mangueira da frente da casa dele com luzes, dessas normais mesmo, e ficava lindo. Hoje é tudo made in china. A China acabou com o nosso natal.

Robson - tudo é relativo. Eu já gostei mais das luzes da Nazaré do que da decoração da Estação. O Hangar parece ser unanimidade: está bonito. Já o Banco do Brasil... sem comentários. E não basta ir longe para ver que a feiura está em todos os cantos: onde chegam os produtos made in china, a feiura estará.

Anônimo - Desde quando não se pode criticar? Somente os idiotas não aceitam críticas pois tem noção de sua idiotice e sabem que na primeira oportunidade ela será revelada. É o seu caso? A decoração está HORRENDA, salvo alguns casos (Hangar, p.ex.. A nazaré e o bosque não estão feios). Não sou um exímio decorador mas tenho noções básicas de bom gosto (coisa de família, criação mesmo, entende? Não!). Minha experiência e sabedoria em decoração uso para minha casa, ajudando ao menos em pequena parte a embelezar a cidade, mas uma coisa lhe digo: se fosse eu o responsável pela decoração da cidade, certamente seria diferente pq não me contento com pouco, nem com coisas ruins (o que não significa que me contente somente com coisas caras). No mais, acho que você deveria reler o texto (parece que deu uma lida meio made in china). Critiquei e contribui sim, não só com a própria crítica, mas dando sugestão bem simples no final do texto, criação de uma comissão que cuidasse desse assunto. Você não viu? Deve ser desatento tal qual os decoradores da cidade (se não for um deles!).

P.s.: além de desatento e intransigente, não seja covarde. Para o bom diálogo, que tal se identificar?

P.s.: as vezes exigir silêncio, que os outros se calem, é a forma mais fácil de se acovardar e esconder erros e burrices.

Anônimo disse...

eu acho q é isso mesmo. deve ser um decorador q teve seu trabalho mostrado nas fotos q tu colocaste e ficou brabo. Babaquice. se não fez trabalho bacana nao quer ser criticado? a cidade ta cheia de farofa natalina mesmo, vou te mandar a foto de uma casa aqui perto de casa pra colocar ai na lista.

Anônimo disse...

Neto Boulhosa disse...

Bom, independente da critica ser ou não justa, ser ou não ser de alguém que gosta de falar mal de Morena, a verdade é o que os fatos (as fotos) (infelizmente)mostram e comprovam: Que a PMB não liga a mínima para o que o povo vai achar, desde que podem "economizar" para seus bolsos. Se a questão for mesmo de incapacidade deveriam pedir ajuda para a Prefeitura de Benevides, que deu um bom exemplo de bom gosto (pelo menos é o que eu e os moradores de lá acham). Quanto ao uso de garrafas pet, uma pergunta: o que vão fazer com este material após as festas? Vai pro lixo? Entendo como ecologio apenas o fato de não consumir outro material (o industrial por ex.), mas então o enfeite não será ECOLÓGICO, mas ECONÔMICO apenas.

Um pedido aos meus conterraneos: pelo amor de Deus, saibam votar, não coloquem qualquer um para dirigir nossa querida e maravilhosa Belém. Depois não vale reclamar.

Parabéns pelo blog.

Tanto disse...

Neto Boulhosa,

Adorei teu questionamento. Será legal descobrir o que vai acontecer depois com tudo aquilo? Sinceramente, acho que foi por motivo ecológico mesmo,as será que toda a cadeia de produção vai ser ecológica? Por fim, faço minhas as tuas palavras: "Um pedido aos meus conterraneos: pelo amor de Deus, saibam votar, não coloquem qualquer um para dirigir nossa querida e maravilhosa Belém. Depois não vale reclamar."