quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O twitter e as eleições I

O uso do Twitter está disseminado nestas eleições. 
Na rede de microblogs encontramos de tudo: 
1. Candidatos que sempre tiveram ativa participação na rede (cito os candidatos Flexa Ribeiro, com 4.174 tuitadas, e Arnaldo Jordy, com 2.360 tuitadas); 
2. Candidatos que surgiram por conta das eleições, mas bem antes delas (Ana Júlia Carepa, com 3.043 tuitadas, e Simão Jatene, com 1.385 tuitadas);
3. E uma penca de candidatos que, em movimento tardio, ouviram falar de Twitter e resolveram ver se conseguiam tirar uma lasquinha (são tantos que nem me darei ao trabalho de listá-los).
Segundo informações de pessoas próximas, os dois candidatos ao governo do Estado não usam assessores para tuitar. Os únicos momentos em que permitem tal intervenção é durante eventos ou grandes impedimentos (cheguei mesmo a saber o aparelho usado pela Governadora e o modelo que usa agora. Infelizmente não houve manifestação por parte de correligionários do candidato tucano). 
Já os candidatos Flexa e Jordy, desde sempre usaram o twitter para divulgar sua atuação e para a campanha. Se usam assessores o trabalho é muito bem feito - as tuitadas são sempre pessoais e com detalhes da intimidade e do dia-a-dia dos donos da conta.
Os outros, aqueles que não cheguei a citar, não tenho maiores conhecimentos pois surgiram faz bem pouco tempo e não os sigo (eis que se destinam exclusivamente à campanha política - e se quiser campanha política assisto ao programa eleitoral).
O uso da internet é vantajoso para todos: os candidatos têm novo acesso aos eleitores, e estes podem verificar com mais precisão as propostas e o dia-a-dia de quem pretende exercer um cargo público. Quem trabalha, e mostra e comenta seu trabalho, só tem a ganhar. E ganhamos nós que, em maior proximidade, acabamos tendo melhores condições de escolha. 
Na minha avaliação, os candidatos @flexa456, @arnaldojordy, @anajuliapt13 e @sjatene45 são bons exemplos do que digo no parágrafo acima. 

P.s.: necessário fazer uma observação - outro político que sempre utilizou o Twitter é o Vereador de Belém Carlos Augusto (7.169 tuitadas), que usa a rede de microblogs para divulgação de sua atividade pública e para o exercício da boa convivência com a população. Ele não é mencionado acima pois não é candidato na eleição de outubro de 2010, mas necessário fazer a menção.

2 comentários:

Maick William O. Costa disse...

Que eles saibam usar para escutar reivindicações diretas da população e que usem para interagir (responder)com todos.

Tanto disse...

Sim. E já é um bom sinal que usem. Pior são os últimos, aqueles que surgiram somente para as eleições. Estas não servirão para muita coisa.