segunda-feira, 1 de março de 2010

De Mosqueiro 04

Praia do Porto Arthur

Melhor atividade no final da tarde de Mosqueiro, competindo sempre com a tapioquinha na Vila, é jogar bola na praia. Os times são montados sempre na hora, gente que nunca se viu antes. A bola surge de um lugar qualquer. Traves com galhos secos, o limite do campo é a água e o muro de pedra que faz mirante. O jogo é duro, sempre mistura de gente da Capital com os marrentos da ilha. Se estiver disposto, prepare-se para ser firme: jogar bola nas praias de Mosqueiro é somente para os fortes.

Praia do Chapéu Virado

P.s.: não, eu não jogo bola nas praias de Mosqueiro. Nunca soube jogar futebol.

Fotos: Fernando Gurjão Sampaio

6 comentários:

Tainá disse...

Desculpa, mas, para mim, a melhor atividade em Mosqueiro é assistir filme o dia inteiro! :D

Paula Peniche disse...

Ahhh, não: a tapioquinha de Mosqueiro é o "qui á" junto com aquele camarão frito da praia vendido e "pesado" na lata de oleo amassada. Bjos

Luana Leide disse...

Hahahahaha
Égua, essa descrição é perfeita!
E o limite do campo ser a água éfoda! hahahahaha

Vou rir pelo resto da tarde com esse texto, tenho certeza...

Jazz disse...

Eu estranhei mesmo te imaginar jogando.

=D

as fotos ficaram belíssimas.

PS: continuo insistindo para montares um flickr!

Baysho!

Amdlobato disse...

Essa cena lembra tanto minha infância na casa da vovó no chapéu virado...

Tanto disse...

Amdlobato - a cena também me lembra muita coisa boa da minha infância. Depois que cresci, nunca mais joguei bola nas praias de Mosqueiro.

Jazz - eu tenho o flickr já, acho que é Tanto Tupiassu (vou ver e te aviso, pois não tenho certeza).

Paula e Tainá - realmente existem mil outros programas em Mosqueiro, para todos os gostos. As tapioquinhas e ver filmes, sem dúvida, são coisas maravilhosas.

Luana - imagina como o campo é grande quando a maré está seca. Haja pique para correr que nem um doido no campo sem marcação.